Entre para este grupo!

domingo, 28 de agosto de 2011

Os papéis do Papel – Post 7 - Interação pictórica com materiais diversos.


     

          Oi espero hoje colaborar para ampliar as possibilidades de exercícios com a linguagem pictórica em papel. Como já havia dito, a pintura sobre o papel com tintas e pigmentos exige um papel com gramatura maior, mas existem outras intervenções que podem ser consideradas aqui, já que a pintura é uma relação que se estabelece com as cores, como elas adquirem  ou produzem significados para nós.
          Existem várias maneiras de se colorir o papel sem ser com tintas, ou seja utilizando as cores pré-existentes em vários materiais. Quando pensamos desta forma é muito importante nos preocuparmos com a base sobre a qual se fará o trabalho. Ela deve ser de um papel grosso, como um papelão, cartolina, papeis de caixas e outros. Esta recomendação se dá porque na colagem de elementos coloridos como pós, grãos, folhas, papéis coloridos e outras, se utilizarmos papéis frágeis teremos rupturas, porque ele tende a derreter com a umidade da cola.
           Utilizando papelão ou papel cartão, podemos trabalhar com a colagem ou com a despintura, caso seja um papelão colorido, como caixas ou cartazes. Para a destintura podemos propor a utilização de um material pontiagudo, como agulhas, estecas, goivas, estiletes ou canetas com ponta de metal, velhas, sem tinta.
           Outra forma de despintura, é a utilização de pinceis ou outro material como varinhas canudinhos... para isso basta usar solvente(não tóxico) ou  Cloro(queboa)para descolorir papéis coloridos como os de revistas,cartazes, papéis de seda, crepon, colorset, etc. Nestes tipos de atividades ao invés de adicionarmos pigmentos retiramos eles conseguindo uma nova configuração cromática.
           Estas não são as únicas formas de pintura não convencional, mas apenas algumas alternativas que podem ser ferramentas úteis na arteterapia. Se você quiser conhecer outras, acesse os sites de Museus de Arte contemporânea, você vai encontrar muitas outras maneiras de intervenção pictórica. Se na sua cidade houver um Museu de Arte Contemporânea ou uma exposição itinerante,  dê uma voltinha e estimule sua criatividade!



Nenhum comentário: