Entre para este grupo!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC)

Bem muitas são as colegas que em diversos momentos perguntam-se por-que não temos mais atendimentos em arteterapia subsidiados pelo poder público, já que ela trata muitos problemas relacionados ao desequilíbrio desta complexidade que somos: biológica, psicológica, energética...? Bem por não saber responder assim se existia ou não uma forma de incluir este tipo de atendimento à rede, fui em busca de respostas, encontrei algo muito interessante: Em quatro de maio de 2006, o Ministério da Saúde tornou pública a Portaria 971/2006, aprovando a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde (SUS). Estas denominadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) de medicina tradicional e complementar ou alternativa (MT/MCA). Através dela é possível incluir a arteterapia como uma atividade que agrega valor às equipes multidisciplinares nos distritos sanitários municipais, conforme suas demandas. O Embasamento teórico e a história que se produziu até aqui estão disponíveis na página eletrônica do Departamento de Atenção Básica, Secretaria de Atenção à Saúde, Ministério da Saúde (DAB/SAS/MS; http://dtr2004.saude.gov.br/dab/publicacoes.php), “é possível identificar que o desenvolvimento da PNPIC no SUS é um aprofundamento do cuidado em saúde, em busca da integralidade da atenção, acesso a serviços e exercício da cidadania. Também, é possível compreender que várias práticas complementares têm sido desenvolvidas na rede pública estadual e municipal de saúde de diferentes estados brasileiros, de forma desigual e descontinuada devido à ausência de diretrizes específicas”.

A atividade de arteterapia adequa-se perfeitamente aos serviços disponibilizados pelas secretarias de saúde nas esferas federal estadual e municipal, sobre tudo na sua abordagem que busca estimular os mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de atividades seguras, com ênfase na escuta acolhedora e na expressão através da arte, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. E ainda com a visão ampliada do processo saúde-doença e a promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.

Infelizmente fiz inúmeras buscas nos sites da Secretarias de Saúde do nosso estado do Rio grande do Sul e só encontrei um exemplo de atendimento em arteterapia, junto a Universidade de Rio Grande ligada ao SUS. Em Porto Alegre não encontrei nenhum projeto contemplado pelas políticas de saúde nesta esfera, em nenhum posto, UBS em nenhum distrito em nenhuma das linhas de atenção dentro do conceito ampliado de saúde. Será que não estão sendo mapeados, ou não estão mesmo acontecendo, o que seria lamentável vistas dos benefícios que poderiam trazer... Bem sabemos que existe esta possibilidade na lei e que já existem experiências com arteterapia e SUS em vários ouros estados, como no Distrito Federal e em Santa Catarina, São Paulo, Paraná, Ceará, Mato grosso e outros. Convido aos colegas e a população que utilizamos este serviço a reivindicar e propor este trabalho. Se você conhece algum projeto neste formato, por favor escreva para compartilhar com as outras pessoas desta teia...

Alguns exemplos:

http://www.cenpre.furg.br/Cursos/preva1.pdf
http://www.saude.mt.gov.br/portal/cridac/arte-terapia.php
http://www.antonioviana.com.br/materia.php?id=25834
http://www.canalsaude.fiocruz.br/arquivos/jornal_39.pdf
http://www.jornaldacidade.net/thaisbezerra/ler.php?id=15512
http://www.abennacional.org.br/download/catalogo_2004.pdf
http://crepop.pol.org.br/publique/media/ABS.pdf
http://crepop.pol.org.br/publique/media/ABS.pdf
http://www.portalbvsenf.eerp.usp.br/pdf/ean/v11n2/v11n2a07.pdf

sexta-feira, 22 de maio de 2009

" O BICHO IMAGINÁRIO " em Gramado-RS

" O BICHO IMAGINÁRIO "
(Papel-Machê - Argila- Sucata - Papietagem)
Dia 30 de maio

Das 9h ás 16h
Onde?
Atelier de Kira Luá- Gramado

Ministrante?
Kira Luá Burro
http://kiralua.blogspot.com/
Investimento?
R$50,00

Informações e Inscrições até dia 28 de maio
kira.artes@gmail.com
Cel- 54-9992-4461

terça-feira, 19 de maio de 2009

Encontro Aberto no Instituto de Psicologia Social de Porto Alegre Pichon-Rivière

Dia 21.05.2009 – Das 19:00 às 21:00 horas
"DESERTAÇÃO – MOVIMENTO DE LIBERAÇÃO DO DESEJO”
Este é um trabalho sobre os processos de aprisionamento do desejo nos modos de produção da subjetividade contemporânea e suas possibilidades de liberação. A autora propõe que a escrita é a linha de fuga que nos leva ao encontro das intensidades produtoras dos desertos que guardam a potência de começar um novo mundo. Trata-se de um texto que acompanha o movimento de desterritorialização da Psicologia a partir de seu encontro com a Filosofia da diferença.
Psicóloga JULIANE TAGLIARI FARINA,
Mestre em Psicologia Social e Institucional (abril/09) e Psicoterapeuta.
Vagas Limitadas: Inscrições 3331.7467 – contato@pichonpoa.com.br

domingo, 17 de maio de 2009

18 de maio se comemora em todo o país o Dia Nacional da Luta Antimanicomial-Participe!

...Assim encontramos Luiz Guides... Pintando... 81 anos, morador do Hospital Psiquiátrico São Pedro desde 1950 e um dos mais antigos freqüentadores da Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro em Porto Alegre(RS). Este artista recluso é parte integrante da luta pelos direitos dos portadores de sofrimento psíquico em nosso país.

Esta história marcada pelo dia 18 de Maio de 1987, no Congresso de Trabalhadores de Saúde Mental, em Bauru (SP), que surgiu o Movimento Nacional da Luta Antimanicomial. Trata-se de uma ação social, que tem como princípio a promoção de um tratamento digno e territorial para todas as pessoas com experiência de sofrimento psíquico e de uma cultura de respeito às diversidades.

E é exatamente no dia 18 de maio que se comemora em todo o País o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, com passeatas, debates, atividades culturais, enfim, uma semana de manifestações públicas que reafirmam junto à sociedade a importância da concretização plena destes ideais.

Nesta semana de 18 a 22 de maio, uma série de eventos estará sendo promovida, junto ao Instituto de Psicologia , com a participação de estudantes, professores, trabalhadores e usuários da rede pública de serviços de saúde mental, marcando a passagem do 18 de maio, Dia Nacional da Luta Antimanicomial, por um cuidado em liberdade. SITE : CRPRS http://www.crp07.org.br/agenda.php / outros eventos alusivos ao 18 de maio que acontecem na cidade:

18 a 27 de maio - Saguão do Instituto de Psicologia:

* Exposição da Oficina de Fotografia da Equipe de Saúde Mental Lomba/Partenon

* Exposição da Oficina de Expressão Plástica do CAPS CAIS Mental Centro

19 de maio - 18 horas - Auditório da Escola Técnica Documentário Ruínas da Loucura,

20 de maio- Instituto de Psicologia:

* 13:30h: Roda de Leitura da produção dos usuários do Atelier de Escrita do CAIS (quem quiser participar leve sua escrita também!)

* às 15:30 horas: filme produzido pelos participantes da Oficina de Imagens do CAIS, na sala 210

20 de maio à 22 de maio- Instituto de Psicologia:

* das 10h às 19h: Feira de Bijuterias, Almofadas e Tapetes produzidas pelos usuários da Equipe de Saúde Lomba/Partenon.
Luis Guides

terça-feira, 12 de maio de 2009

"Luz, Câmera, Sublimação!"

Informações sobre o grupo PET: Este ciclo de cinema faz parte de um projeto do grupo PET, Programa de Educação Tutorial do curso de Psicologia UFRGS. O, é um programa desenvolvido pelo Ministério da Educação e sua operacionalização ocorre através de grupos de 12 estudantes, com tutoria de um docente, organizados a partir de cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior do país. O programa é orientado pelo princípio da indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. Dessa forma, buscando cumprir com as diretrizes do Programa, ogrupo PET Psicologia da UFRGS desenvolve atividades como fóruns de discussão, pesquisa, inserção em disciplinas do curso de Psicologia, ciclos de cinema, entre outros.

O ciclo de cinema, batizado por "Luz, Câmera, Sublimação!", vem acontecendo desde 2006 e tradicionalmente é realizado no próprio Instituto de Psicologia da universidade, onde exibimos filmes previamente escolhidos e convidamos profissionais da área para comentar e debater os temas propostos. Em 2009 o grupo optou por expandir o evento, realizando-o na Livraria Cultura e prezando por um público mais diversificado, não apenas composto por estudantes de psicologia, mas aberto a todos aqueles que se sensibilizem por debater temas contemporâneops e instigantes.

AS FRONTEIRAS DO OUTRO: COMO CONVIVEMOS COM O DIFERENTE?
Onde termina uma cultura e começa outra? Num mundo que se pretende cada vez mais globalizado e heterogêneo, as fronteiras, sejam elas políticas ou subjetivas, se mostram líquidas e indefinidas. Como se coloca o sujeito em relação ao outro quando sua própria condição emerge flutuante e tensionada pela diferença? Este é o debate que o grupo PET - Psicologia / UFRGS e a Livraria Cultura pretendem instigar através da exibição de filmes que abordem a temática, comentados por profissionais de diversas áreas do conhecimento.

Programação:
Sábado, 30 de maio, 16h
Filme: Crash - No Limite
Comentadores: Norton Rosa Jr. e Caleb Faria Alves

Sábado, 27 de junho, 16h
Filme: Café da Manhã em Plutão
Comentadores: Eliane Nogueira e Martha Narvaz

sábado, 9 de maio de 2009

Dê Luz à criatividade...

Mesmo que não tenha passado pela experiência do parto, é provável que você já tenha dado à luz um projeto, uma idéia... Relembre de um de seus momentos criativos quando as coisas de repente se esclarecem em sua mente... Aquele momento em que você a sensação de estar ligado ou iluminada. Permita-se sentir todo o potencial criativo nestas ocasiões. Faça desses momentos seu ponto de partida para descobrir o alcance deste poder. Se você por ventura não tem trabalhado com a energia da criação, procure sintonizá-la, observe à sua volta as flores gestando frutas e novas árvores... Se entre os suas amigas não houver uma grávida, busque um bichinho, uma fêmea... Nela estará estampada a energia da criatividade, que habita os pincéis dos pintores, as notas dos músicos, as invenções dos cientistas... Quando você quiser estimular a capacidade de dar novas formas à vida sintonize e... Feliz dia das mães!

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Das saborosas aventuras de Dom Quixote de La Mancha e seu escudeiro Sancho Pança

Sinopse: Um executivo, cansado de sua rotina, resolve mergulhar num mundo imaginário em busca de aventuras e emoções. Ele passa a acreditar ser Dom Quixote de La Mancha e sai pela cidade buscando sua platônica amada Dulcinéia, que se apresenta como alucinação, vestida de noiva, durante o decorrer da história. Na sua loucura, convence um catador de papel de rua a ser seu fiel escudeiro Sancho Pança, que por sua vez, constrói com sucatas no seu carrinho o cavalo Rocinante. Juntos saem pelas ruas em busca de aventuras e cada passante, monumento e aparelhagem da cidade grande se “transforma” em feiticeiros, dragões e gigantes através dos olhos de Quixote.

Ficha técnica:

Atuação: Liz Eliodoraz, Dionísio Bombinha, Hugo Mor, Patrick Éster, Fernando Moterane, Ieda Marçal, Carlos Roberto

Direção: André Carreira

O Grupo Teatro que Roda: O Teatro que Roda existe desde 2003 e se dedica à pesquisa e experimentação de linguagens cênicas, que possibilitem ações sociais e culturais produtivas. Por tal, priorizamos o teatro de rua pela maior possibilidade de acesso ao público. Tem no repertório 3 espetáculos: A Formiga da Roça; Foliando e Das Saborosas Aventuras... Os dois primeiros são baseados na cultura popular de Goiás e tem por característica a criação/direção coletiva e participação efetiva da platéia. O último, de temática urbana, tem como proposta se apropriar da aparelhagem da cidade para a construção de uma dramaturgia, trouxe para o grupo um novo olhar sobre o teatro de rua. Desde então o grupo vem mostrando seu trabalho em vários festivais nacionais de teatro, com boa repercussão, tendo em 2007 recebido 4 prêmios no Festival de Florianópolis-SC (Melhor espetáculo de rua, direção, ator e atriz) e Menção Honrosa no Festival de Blumenau-SC, com o espetáculo Das Saborosas...

SEXTA - 08 de maio

12h30 – Local: Praça da Alfandega

Das saborosas aventuras de Dom Quixote de La Mancha e seu escudeiro Sancho Pança – um capítulo que poderia ter sido

Grupo: Teatro que Roda
Origem:
Goias
Gênero: Teatro de Rua
Classificação etária: Livre

domingo, 3 de maio de 2009

Não tem despedida...

"A saída que não tem despedida
é o eterno encontro.

Por isso, ao sair,
não me despedi.

Fiz questão que o encontro
te trouxesse aqui.

Quis que o encontro me levasse
aí."



Alexandre Barreto
http://www.alexandre-barreto.blogspot.com/

Mini-curso: Mitologia Indígena, Arteterapia e a Roda da Doce Medicina

Profª Drª Patrícia Pinna Bernardo estará ministrando o Mini-curso: Mitologia Indígena, Arteterapia e a Roda da Doce Medicina lá em Natal para os npssos amigos do Rio Grande do Norte e quem mais estiver por lá... Com sua abortagem sincretica com certeza estará acrescentando muito a construção pessoal dos participantes!
Temas abordados: Os rituais e o homem atual; Criatividade, desenvolvimento psíquico e transformação; A Roda de Cura Indígena, os 4 elementos e a árvore psíquica; Integrando razão e emoção; Alteridade e relacionamento interpessoal; Sincronicidade; Mitologia pessoal e Arteterapia.
Dia: 09/05/09
Hora: 08:00h ás 12:00h e 13:30 ás 17:30h
Mini-curso: Mitologia Indígena, Arteterapia e a Roda da Doce Medicina
Investimento: R$ 50,00
Local: Universidade Potiguar - Campus: Floriano Peixoto - Natal - RN