Entre para este grupo!

domingo, 4 de janeiro de 2009

Instituto de Gestalt Terapia do Rio de Janeiro

"Para Wanderley (2002), psiquiatra e artista plástico, a arte é um caminho que estreita a relação entre a loucura e a saúde através da criatividade. Criatividade é entendida por ele como o movimento contra a repetição e a estereotipia; um ato que amplia as possibilidades do sujeito apresentando-o a uma nova modalidade de apreensão do mundo por meio da ampliação do contato afetivo com a realidade. Em Gestalt-Terapia a criatividade se apresenta como algo inerente ao ser humano, está intrinsecamente conectada aos processos de vida. Possibilita ao sujeito experimentar novas formas de se relacionar.

Wanderley dedica sua prática aos sujeitos psicóticos. Utiliza-se dos Objetos Relacionais, obras originadas do trabalho de Lygia Clark. Esta última percebeu que em contato com o corpo do sujeito, na relação corpo/espaço/objeto/ambiente estes Objetos deixavam de ser vários e ganhavam unidade. Objetos Relacionais são objetos que auxiliam no tratamento de pessoas sofrentes em situações-limite. Como exemplos de Objetos Relacionais têm-se: Almofada leve-pesada – pequena almofada com uma costura no meio, dividindo-a em uma parte leve (recheada de bolinhas de isopor) e outra pesada (recheada com areia de praia); Objeto pedra e ar – um saco plástico inflado com uma pedra em um de seus vértices; Pequena lanterna – a lanterna é usada para esquentar os lábios das pessoas através da luz; entre outros.

Tomando como ponto de partida o corpo, por estar neste a experiência do sofrimento psicótico e através do contato com os objetos no corpo desses indivíduos, é possível experimentar sensações que os conduzem a um processo íntimo e transformador. “[...] na experiência psicótica, o desmembramento do corpo de alguém cria um vazio que impede que este corpo seja vivido. Ao mesmo tempo, este vazio é um espaço potencial, criador de novas referências individuais” (idem, ibidem: 70).

Wanderley (2002) aponta que a presença da arte, como os ateliês de pintura e escultura, oficinas de dança, literatura, música, entre outros, nas instituições psiquiátricas, facilita a expressão criativa do sujeito e pela qual os doentes podem recorrer como uma forma de se comunicar com o mundo e de se reestruturarem internamente. (Ciornai, 2004): “O instante da atividade artística, como um estado alterado de consciência, ajuda a pessoa a focalizar seu mundo interno, adentrando um canal mais intuitivo e mágico, onde nos surpreendemos com nossas próprias imagens e com os significados que nelas encontramos” (p.80). Por relaxar as defesas do sujeito e permiti-lo contatar, sentir, elaborar de uma outra forma que não lhe seja ameaçadora, a arte possibilita a quem dela se utiliza exprimir sentimentos nunca antes vivenciados, seu ser mais profundo e autêntico, segundo Ciornai (2004). Seja qual for a experiência artística, o caminho pelo qual somos conduzidos é o da descoberta interior.

Konstantin Stanislavski

Stanislavski (2002), teatrólogo e estudioso do teatro realista/clássico, fala do processo criador na construção e interpretação do personagem, pelo ator. Interpretação num sentido fenomenológico existencial refere-se ao vívido vivido, segundo Fonseca (2005). Ao desdobramento das possibilidades da compreensão. E compreensão é consciência pré-reflexiva, vivência. As várias formas de expressão que o sujeito tem como possibilidades de se expressar genuína e existencialmente, como uma demonstração do seu ser-artista."

Texto extraído da Revista do Instituto de Gestalt-Terapia e Atendimento Familiar

O IGT estará abrindo nova turma de pós-graduação para Gestalt-Terapeutas  Este curso é voltado para Psicólogos que já tenham formação em Gestalt-Terapia e têm interesse em se aprofundar e ampliar seus recursos nesta abordagem.  Nosso objetivo é propiciar a oportunidade de articular na teoria e prática no atendimento clínico a adultos em grupo, casal e família, além de aprimorar sua prática no atendimento individual. Curso reconhecido pelo CFP, dando direito ao "Título de "Especialista em Psicologia Clinica" conferido pelo CRP  
    .Início: 3 de Março de 2009
    .Dia: Toda terça-feira de 18:00 hs às 21:00 hs.
    .Duração: 1 (um) ano e 6 (seis) meses.
    .Carga horária:  548 horas
    .local: Sede do IGT
              Rua Haddock Lobo, 369 Sala 709
              Tijuca - 20.260-141 - Rio de Janeiro - RJ
Informações pelos telefones: (0xx21)2567-1038 ou (0xx21) 2569-2650.


Nenhum comentário: