Entre para este grupo!

quarta-feira, 26 de março de 2008

Projeto Vivendo e Reaprendendo


2 comentários:

Anônimo disse...

Com todo respeito, mas compartimentar uma atividade terapêutica por diagnóstico psiquiátrico é olhar a doença e não a pessoa. Está trabalhando como subordinanda da psiquiatria. Coloque então "pessoas com sofrimento psíquico" ou do tipo, mas dividir pelo diagnóstico é reforçar uma marca mais ainda. Já basta todo o atendimento psiquiátrico para esquizofrenia, agora até a arteterapia é pra esquizofrenia, como se fosse um remédio do médico.

A Arteterapia é justamente terapêutica por não se propor "terapêutica" se é que me entende.

Eliane Barreto disse...

Obrigada pela participação. Espero que as pessoas percebam que este post é parte de uma pesquisa apresentada em Buenos Aires em 2007, que buscou mostrar as várias áreas em que os arteterapeutas do RS estão atuando. E não seguimentar as muitas propriedades terapêuticas deste trabalho.Até breve!