Entre para este grupo!

domingo, 30 de março de 2008

Natália na TV COM Segunda-feira às 16:35 !!!!

Que surpresa fantástica tive ontem a tarde quando vi na telinha a Natália, uma das pessoas mais queridas que moram lá no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Ela tem uma produção têxtil e pictórica muito vi brante e comovente. Para quem já a viu pintando e desenhando com agulhas e linhas, é evidente o quanto esta atividade representa um canal de expressão, rico de símbolos e com uma poiética particular. Seu atelier é a oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro, onde muitos pacientes e artistas da comunidade podem nutrir uma convivência saudável e criativa. Dentro de um espírito de inclusão social, coordenada por escelentes profissionais, tais como a Gisele Sanchez, a Tânia Cappra, e outros profissionais e pacientes como o Gabriel e o Luiz Guedes; que agora a minha memória esconde os nomes. O filme foi produzido a partir de um texto de Barbara Neubarth, intitulada Arte, Saúde e Doença Mental em agosto de 2004, e está no site: http://www.celpcyro.org.br/ Na ocasião, Celso Koetz apresentou Alienados, 1964 uma coletanea de desenhos e pinturas produzidas pelo pai, Edgar Koetz, no período den internação no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Ao observar aqueles desenhos Barbara surpreendeu-se ao reconhecer nos retratos Natália Leite, uma paciente interna a muitos anos, freqüentadora da nossa Oficina de Criatividade. Ao mostrar-lhe uma cópia do desenho, outra surpresa, não só Natália se reconheceu como, depois de tantos anos, lembrou-se do artista. O encontro de Koetz, Natália e o artista plástico e educador Filipe Nobre no espaço São Pedro culminaram no texto: " Alienados e Inacabados: fora de tempo, invisíveis nos espaços". Uma comovente história sobre o encontro de duas vidas através da arte.
Em 1964, após o golpe militar no Brasil, o artista plástico Edgar Koetz (1913-1969), um dos principais ilustradores da Revista do Globo é internado no Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre (RS), por causa de uma forte depressão. Lá, ele produz uma das principais obras de sua carreira, retratando vários internos. Uma das pacientes retratada por Koetz ainda vive no Hospital, e mais de 40 anos após esse encontro, desenvolve um interessante trabalho artístico.
- Olhar para os diferentes modos de ser, dar voz, testemunhar a tragédia das vidas daqueles que vivem em lugares de esquecimento, como os hospitais psiquiátricos – explica a diretora Marta Biavaschi - foi uma das impressões mais marcantes nesse trabalho.
“Alienados” tem roteiro de Grace Luzzi e fotografia de Pablo Chasseraux, com música original de Jean Presser. Coordenação de produção de Zanza Pereira e Nice Sordi. Direção geral de Gilberto Perin. Realização da RBS TV de Porto Alegre. Para quem perdeu o programa basta ir ao site da RBS e clicar em "Histórias Extraordinárias - Alienados", o vídeo está lá, na íntegra.
Com reapresentação na TVCOM, segunda-feira às 16h35.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Colaborações de outros arteterapêutas:

A partir de hoje vou postar alguns resumos que integram o trabalho apresentado na Argentina, a fim de tornar cada vez mais claras as várias fórmas como pode colaborar a Arteterapia, no contexto social e institucional.
Estes são trabalhos muito especiais e compõem um total de 15 que serão postados diáriamente divulgando a atuação das arteterapeutas do Riogrande do Sul que se dispuseram a participar voluntariamente deste trabalho.

quarta-feira, 5 de março de 2008

Palestra gratuita sobre Arteterapia!!!

Ficou combinado com o grupo para iniciar a oficina no dia 24 de março das 9:30h às 11:30h. Espero todas as interessadas lá!




segunda-feira, 3 de março de 2008

Arteterapia para Familiares de Militares no NATIEX, 5- andar da Policlínica Militar de Porto Alegre



Hoje nós iniciamos a divulgação do novo grupo de arteterapia que coordenaremos no Núcleo de Atendimento a Terceira idade do exercito – NATIEX. Estamos otimistas, este ano teremos um grupo maior e com duração o ano inteiro, com férias de meio de ano e conclusão das atividades em novembro.
O inicio das atividades de arteterapia na segunda-feira, dia 24 de março de 2008 as 9:30h na Policlínica Militar de Porto Alegre 5° andar. Maiores informações pelo fone: 51 – 92362726.
Arteterapia explora as potencialidades do indivíduo maduro pela expressão e comunicação não-verbal, desenvolve habilidades físicas e emocionais através de experiências artísticas terapêuticas com técnicas variadas. Baseia-se no princípio de que a expressão artística é reveladora de conteúdos internos do indivíduo, que o faz através de modelos simbólicos, livre de censura moral e racional.
A partir desta definição, é bom falar que os conhecimentos da gestalt terapia nos proporciona um olhar que está muito presente neste trabalho... Fazer arteterapia baseada no ideal experimental do "aqui - agora" e nas relações com os outros e com o mundo, instrumentaliza os participantes para lidar melhor com o cotidiano, com suas alegrias e seus revezes...
Valoriza-se o importante o papel das atividades criativas e expressivas para o desenvolvimento pleno de cada ser humano e de cada comunidade.
O uso da arteterapia em grupos de adultos maiores implica que o processo criativo possa ser um meio de reconciliar conflitos emocionais e estimular crescimento pessoal criando vínculos. Ampliando assim o que J. Perls chamou de Awareness. Ele referia-se a capacidade de aperceber-se do que se passa dentro e fora de si no momento presente.
Também há o estímulo a um processo auto-valorativo, de recuperação e manutenção da auto-estima e da importância da contribuição sócio-cultural do indivíduo maduro. Apropriar-se das contribuições coletivas, como parte de uma produção pessoal.
Caso você conheça alguém que possa vir a se beneficiar deste trabalho por gentileza divulgue!